Exportação de carne bovina em 2022 terá alta de 10%, diz Rabobank

As exportações de carne bovina brasileira devem subir 10% em 2022, em relação a 2021, para um novo recorde, segundo estimativas do Rabobank divulgadas à imprensa em relatório na quinta-feira (30).
...
Assessoria

Publicado em 01/07/2022

Exportação bovina, carne bovina, exportação carne, rabobank Preços que estavam em queda desde abril começam a dar sinais de recuperação - Foto: Assessoria
“O forte retorno das exportações para a China e a manutenção no ritmo de embarque para os Estados Unidos, Egito e Emirados Árabes Unidos trazem nova dinâmica para as vendas externas que podem indicar um novo recorde no volume e no faturamento do setor”, disse o Rabobank.

A China, maior compradora de carne bovina brasileira, importou 49% do total embarcado pelo Brasil de janeiro a maio, com 437 mil toneladas, uma alta de 38% em relação ao mesmo período do ano passado. Os Estados Unidos, o segundo maior importador de carne bovina brasileira, elevou as compras em 110% no período, a 71 mil toneladas.

O Rabobank disse ainda que o peso das exportações na precificação do boi gordo no mercado brasileiro tem aumentado e preços que estavam em queda desde abril começam a dar sinais de recuperação. O banco espera preços sustentados no terceiro trimestre, caso não ocorram embargos mais severos às exportações.

No mercado doméstico, o Rabobank espera que as campanhas eleitorais e a Copa do Mundo de futebol tenham impacto positivo para a demanda interna. “Os preços ainda sustentados da ração também devem favorecer a demanda pela carne bovina em comparação com as carnes de frango e suína”, disse o Rabobank.


Publicidade