Energia limpa na Expodireto Cotrijal

Será a primeira edição da feira com a usina solar da Cotrijal, que entrou em operação em novembro de 2023
Imagem do autor

Publicado em 04/03/2024

A Expodireto Cotrijal, uma das maiores feiras agropecuárias do Brasil, contará com fornecimento de energia elétrica por placas solares fotovoltaicas em sua próxima edição. A usina se encontra instalada ao lado do parque da feira, que ocorre de 4 a 8 de março em Não-Me-Toque (RS). “Esta iniciativa é um passo significativo para a nossa cooperativa. Além de participarmos desse debate mundial sobre a importância das energias limpas, também estamos reafirmando nosso compromisso com o meio ambiente e com as futuras gerações. Temos que mostrar para todos que o existem sim sustentabilidade no agronegócio”, afirma o presidente da Cotrijal, Nei César Manica.

A usina fotovoltaica da Cotrijal entrou em operação em novembro de 2023. Com 35 mil metros quadrados de área, mais de 5.520 placas solares bifaciais e 10 inversores, a estrutura tem capacidade de gerar 4,8 milhões de kW/h por ano. Com base na potência da usina solar – de 3.250 kWp – é possível que ela contribua de forma significativa para a economia energética do parque da Expodireto Cotrijal.
Placas de energia fotovoltaica abastecem a Expodireto
Placas de energia fotovoltaica abastecem a Expodireto

Durante os cinco dias de exposição, a feira consome uma quantidade considerável de energia elétrica. Na edição de 2023 exigiu cerca de 141.746,49 kW/h. “Além do consumo de energia elétrica durante a feira, há também o período pré-Expodireto, com as instalações dos estandes, e o pós, com retirada de todos os materiais do parque. Tudo isso exige uma certa quantidade de energia para atender todo esse consumo, que chega em torno de 250.000 kW/h no mês de março”, explica o superintendente de operações da Cotrijal, Laides Porto Alegre.O investimento da usina fotovoltaica foi feito com recursos oriundos do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). A linha de crédito foi aprovada em 6 de março de 2023, logo após a abertura da 23ª edição da Expodireto Cotrijal. Além da usina do parque, a Cotrijal também construiu outras quatro estruturas de energia solar em 2023. Atualmente, a cooperativa agropecuária conta com nove usinas fotovoltaicas em diferentes municípios de sua área de atuação.

Outras ações de sustentabilidade - Além da energia solar, a Expodireto Cotrijal também realiza outras ações de sustentabilidade como a reciclagem de resíduos, estímulo à utilização de materiais biodegradáveis ou recicláveis por parte dos expositores e a promoção de práticas agrícolas sustentáveis por meio de fóruns e palestras. Essas iniciativas visam não apenas minimizar o impacto ambiental da feira, mas também educar e engajar os participantes da feira.

A edição de 2024 será palco para diferentes debates sobre agronegócio e sustentabilidade. Na terça-feira, 5 de março, uma das palestras no 34º Fórum Nacional da Soja será sobre “Biocombustíveis e energia renovável”, com Erasmo Carlos Battistella, fundador e presidente da Be8 e do Grupo ECB.
Já no 19º Fórum do Leite, programado para o dia 6 de março no auditório central, é possível acompanhar a palestra “Pegada de carbono na pecuária de leite”, com o pesquisador da Embrapa Gado de Leite, Bruno Campos de Carvalho.E o 16º Fórum Florestal do RS, que será realizado no dia 7 de março, traz o tema “A dinâmica das florestas e a relação com o Plano ABC RS”. O Plano ABC RS é uma iniciativa do Estado para promover e consolidar uma economia de baixa emissão de carbono na agricultura gaúcha.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.