Dados climáticos são fundamentais para a rentabilidade das culturas

A meteorologia como ferramenta de suporte nas lavouras foi tema de debate na 34ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz, que aconteceu em Capão Leão (RS)
Imagem do autor

Publicado em 26/02/2024

Entender a previsão do tempo é fundamental para a produção agrícola. Isto todo agricultor sabe. Agora, que ferramentas podem ser usadas e de que forma é o tema do painel “Aplicações de tempo e clima como ferramenta de suporte ao setor agropecuário”, realizado na sexta-feira, na Arena Digital, durante 34ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz em Terras Baixas, em Capão do Leão (RS). O painel foi apresentado pelos meteorologistas Flávio Varone, coordenador do Sistema de Monitoramento e Alertas Agroclimáticos (Simagro), da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), e Jossana Ceolin Cera, consultora do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga).

Jossana destacou que o sucesso da lavoura está vinculado ao manejo correto e ao clima, que não pode ser controlado, mas pode ter seus efeitos minimizados por algumas estratégias. Ela citou as pesquisas do Irga desenvolvidas nas lavouras de arroz irrigado, que mostram que a época de semeadura é importante para maximizar o potencial produtivo das cultivares no RS, em função da radiação solar, das temperaturas do ar e do solo. “Existem várias ferramentas tanto em relação a previsão, quanto ao manejo da lavoura, que o produtor deve levar em consideração para aumentar a produção da sua propriedade”, destacou a consultora do Irga.Varone falou sobre o funcionamento do Simagro, que tem por objetivo o monitoramento climático no Rio Grande do Sul, com a elaboração de produtos e informações para viabilizar o planejamento e atuar como suporte para medidas de curto, médio e longo prazo no setor agropecuário. O Simagro conta com estações em todo o Estado. “O nosso sistema está disponível para atender os produtores, de forma gratuita, com previsão do tempo regional e global, boletins agrometeorológicos de 10 em 10 dias, prognósticos climáticos trimestrais, entre outros produtos”, ressaltou o meteorologista.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.