INÍCIO AGRICULTURA Citricos

Baixa oferta eleva preços da tahiti em 55%

Para abril, como as precipitações tendem a diminuir, o volume de tahiti ofertado poderá crescer, com frutas favorecidas pela melhor umidade de março

Os preços da lima ácida tahiti subiram em março no mercado paulista. Segundo pesquisadores do Cepea, o impulso veio da baixa oferta da fruta, já que as chuvas dificultaram a colheita.

Com isso, a variedade foi negociada à média mensal de R$ 31,17/caixa de 27 kg, colhida, alta de 55% frente à de fevereiro. Para abril, como as precipitações tendem a diminuir, o volume de tahiti ofertado poderá crescer, com frutas favorecidas pela melhor umidade de março. Para as laranjas, as cotações também subiram em março.

A baixa oferta (tanto pelo período de entressafra quanto pela boa absorção industrial) prevaleceu durante o mês, e a demanda foi firme no segmento in natura, refletindo as altas temperaturas. Assim, a média da laranja pera foi de R$ 93,56/cx de 40,8 kg, na árvore, aumento de 7% frente à de fevereiro.


TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Texto publicado originalmente em

Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!
Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nossos termos de privacidade e consentimento da nossa Política de Privacidade.