Preços da soja no Brasil seguem achatados

Além do fraco desempenho na Bolsa de Chicago, chama a atenção a forte pressão sobre os prêmios da soja nos portos, que seguem afundados no campo negativo
Imagem do autor
- Especial para Rural News
Publicado em 24/01/2024

A semana vinha se mostrando bastante positiva para a soja no Bolsa de Chicago (CBOT), com ganhos entre 25 e 30 cents nas duas primeiras sessões, depois de um longo período de baixa. Nesta terça-feira, 24/10, o oleoginosa conseguiu ganhos entre 13 e 15 pontos.Mesmo assim, os preços internos no Brasil seguem achatados. Além do fraco desempenho na Bolsa de Chicago, chama a atenção a forte pressão sobre os prêmios da soja nos portos, que seguem afundados no campo negativo. Para fevereiro são indicados na faixa entre -80 e -60; para março, entre -90 e -75, sobre Chicago.O suporte para os preços em Chicago vem de fatores técnicos, como o melhor humor dos mercados financeiros, com alta nas bolsas de valores e queda do dólar frente a outras moedas. No campo fundamental, o suporte fica mais claro com números mais assertivos sobre a quebra na safra brasileira, com as previsões de tempo mais quente e seco nas áreas de cultivo da argentina e com a melhora da demanda pelo produto dos EUA.Nesta quarta-feira, 24/01, as indicações de compra no Oeste do Paraná variam entre R$ 114,00/116,00 e em Paranaguá na faixa de R$ 123,00/125,00 – dependendo do prazo de pagamento e, no interior, também do local e do período de embarque.


Prêmios da soja nos portos seguem no campo negativo
Prêmios da soja nos portos seguem no campo negativo

Sobre o autor

Possui graduação em Jornalismo pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos(1981), graduação em Economia pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Cascavel(1985), especialização em Teoria Econômica pela Universidade Federal do Paraná(1989) e mestrado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina(2001). Tem experiência na área de Economia. Atuando principalmente nos seguintes temas:Maximização da Renda, Informação, Comercialização. É diretor da Corretora Granoeste, de Cascavel/PR.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Mais lidas
1
Escassez de frutas elevam preços do melão mais uma vez
2
Clima impulsiona aumento de oferta da alfece em SP
3
Público surpreende na Abertura Oficial da Colheita de Arroz e Grãos
4
Governo federal pretende mecanizar a agricultura familiar
5
Dados climáticos são fundamentais para a rentabilidade das culturas
6
Exportações de 873 mil doses foram destaque do mercado de sêmen em 2023
7
Rio Grande do Sul poderá ter temporais de hoje até quinta-feira
8
Preço do milho varia pouco no BR, mas cai com força no mercado externo
9
Demanda do ovo cai, mas a oferta controlada sustenta cotações
10
Com maior interesse comprador, soja tem peço mais firme na semana
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.