Depois de atingir o RS, as fortes chuvas devem avançar para o PR e SC

Segundo o INMET, as regiões Oeste do Paraná e Sul de Santa Catarina também devem ser atingidas pela precipitação nesta sexta-feira

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as fortes chuvas que atingem o Sul do Brasil devem avançar para o norte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e parte do Paraná. Em áreas desses estados os temporais podem ser de forte intensidade, especialmente em Santa Catarina e sul e oeste do Paraná.

As chuvas aconteceram após a formação de uma ampla área de baixa pressão atmosférica, juntamente com a formação e deslocamento de uma frente fria que provocam novas áreas de instabilidade. Entre sexta-feira (03/04) e sábado (04/04), o sistema frontal recua de Santa Catarina para o Rio Grande do Sul elevando novamente as temperaturas.
Chuva acima de 100 milímetros atinge o norte do Rio Grande do Sul
Chuva acima de 100 milímetros atinge o norte do Rio Grande do Sul

Até domingo, dia 5 de maio, são previstos ventos fortes com rajadas acima dos 60 km/h, ocorrência de descargas elétricas, possível queda de granizo e chuvas ainda volumosas podendo superar os 100 milímetros (mm) entre o norte do estado gaúcho e o sul de Santa Catarina. Ao longo da sexta-feira (3), o tempo ficará estável na metade sul gaúcha, com queda nas temperaturas em todo estado e em parte de Santa Catarina. Isso de deve ao deslocamento da frente fria para o norte do Rio Grande do Sul e Santa Catarina e também para o sul do Paraná.

O persistente bloqueio atmosférico vai impedir o avanço do sistema frontal, fazendo com que a chuva retorne durante a sexta (3) ao Rio Grande do Sul. Essa chuva, ainda pode ter forte intensidade entre a metade norte gaúcha e divisa com Santa Catarina, especialmente no nordeste do estado gaúcho, litoral norte, serra do Rio Grande do Sul e sul de Santa Catarina. No final de semana, embora com chuva de menor intensidade, o estado gaúcho ainda permanece com tempo instável.



O INMET é um órgão do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) e representa o Brasil junto à Organização Meteorológica Mundial (OMM) desde 1950.


TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!
Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nossos termos de privacidade e consentimento da nossa Política de Privacidade.