Coletiva de imprensa apresentará programação da 12ª Abertura da Colheita da Oliva

Atividade será realizada na sede da Secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul
Imagem do autor

Publicado em 05/02/2024

O Instituto Brasileiro de Olivicultura (Ibraoliva), a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi) do Rio Grande do Sul e a prefeitura de Gramado (RS) realizarão, na segunda-feira, uma coletiva de imprensa.


RS é o maior produtor de azeite de oliva do Brasil. Foto: Divulgação
RS é o maior produtor de azeite de oliva do Brasil. Foto: Divulgação

A atividade ocorrerá a partir das 15h30min, na sede da Secretaria, em Porto Alegre (RS), e contará com a presença do secretário Giovani Feltes, da Seapi, e do presidente do Ibraoliva, Renato Fernandes. Na ocasião, serão apresentadas as pautas e a programação confirmada da 12ª Abertura da Colheita da Oliva.
A olivicultura está em grande expansão no Estado. Os produtores investiram em tecnologia e os azeites gaúchos são de altíssima qualidade.
Chania Szewczyk Chagas



O evento ocorrerá dia 16 de fevereiro, a partir das 9h, no Parque Olivas de Gramado, de propriedade da família Bertolucci, que será anfitriã e correalizadora do evento que será promovido na Serra Gaúcha. A abertura terá como foco o tema da sustentabilidade, uma das pautas prioritárias da entidade para 2024, conforme o dirigente.


Dentro dessa linha, a proposta é levar também pautas focadas no assunto como roteiro para neutralidade de carbono, plataforma de descarbonização, conferência sobre descarbonização e eficiência energética, workshops temáticos, plano de formação em descarbonização e reaproveitamento de resíduos.


O Ibraoliva destaca ainda que assuntos como respeito às margens de cursos d’água, preservação das coberturas vegetais nos olivais, e áreas em consórcio da olivicultura com ovinocultura, equinocultura e olivoturismo já são realidades nas propriedades brasileiras.



“O tema do evento será a sustentabilidade, a produção de azeite no Brasil, envolvida com toda essa temática, que é muito importante para o futuro, não só da olivicultura, mas o futuro do nosso planeta”, observou Fernandes.




Seca na Espanha



Embora pequena, a produção brasileira atrai a atenção dos olhos do mundo após dois anos de estiagem na Europa, principalmente na Espanha, que é a maior produtora mundial de azeite de oliva, respondendo por cerca de 70% de todo esse tipo de alimento consumido pelos países da União Europeia e por 45% do consumo mundial. A falta de chuvas que tem ocorrido nas províncias espanholas produtoras de azeitonas tem um enorme impacto no volume da produção e, em consequência, no preço do azeite no mercado mundial.



O Rio Grande do Sul é o maior produtor de azeite de oliva do Brasil, com mais de 80% do volume produzido no País. Na safra 2022/2023, a produção no Estado aumentou 29% em relação ao ano anterior. Foi de 448.500 litros para 580.228 litros. A maioria dos olivais se encontra na Metade Sul do Estado.



Os principais municípios produtores são Encruzilhada do Sul, Cachoeira do Sul, Santana do Livramento, Bagé, Barra do Ribeiro, Viamão e Sentinela do Sul, entre outros.

De acordo com o zoneamento edafoclimático realizado pela Embrapa, o RS possui 7,4 milhões de hectares de terra com aptidão recomendável para o cultivo, sendo que 51% estão na chamada Metade Sul.



Os olivais estão ganhando espaço, principalmente em regiões que não são propícias para o cultivo de soja e milho, por exemplo. Em alguns municípios da Metade Sul os solos são muito arenosos e pedregosos e a topografia também não é favorável para a mecanização.



Já a oliveira não se faz de rogada e adora solo arenoso, pedregoso e temperatura de 25ºC a 35ºC no verão e de 3ºC a 15ºC no inverno. A única coisa que ela não tolera é a umidade.Atualmente, 340 produtores plantam oliveiras em 6,2 mil hectares e o Estado já conta com mais de 80 marcas. A área em idade produtiva (quatro anos ou mais) é de 4,3 mil hectares.



“A olivicultura está em grande expansão no Estado. Os produtores investiram em tecnologia e os azeites gaúchos são de altíssima qualidade”, salientou a expert internacional em azeites de oliva e sommelier de azeites Chania Szewczyk Chagas, que tem uma boutique de azeites em Gramado.







Benefícios do azeite de oliva



Possui propriedades anti-inflamatórias;Previne doenças cardiovasculares;Reduz o colesterol;Diminui o risco de diabetes;Protege o cérebro graças à sua ação antioxidante;Melhora os sintomas da artrite;Faz bem para os ossos;Pode ser usado no combate à depressão.


TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.