Cotação do milho segue em queda e preocupa o mercado

Contratos negociados em Chicago tem mais um dia de perda de valor
Imagem do autor
- Especial para Rural News
Publicado em 30/01/2024

Os contratos de milho, negociados em Chicago (EUA), têm ligeira queda, a U$ 4,38/março, na manhã de terça-feira (30), mantendo uma tendência de perdas, que influência preços em todo o mercado.. Ontem, o grão fechou entre 4 e 6 pontos negativos nos principais vencimentos. Na BMF, a posição março opera em R$ 64,05 (-0,05%) e maio, em R$ 64,10 (-0,1%).

Segundo a agência Reuters, na última sexta-feira (26), a China incluiu a Argentina na lista de fornecedores de trigo, abrindo um grande potencial no mercado asiático. O país é um expressivo produtor do cereal e a previsão este ano é de uma colheita de 15,0MT, segundo a bolsa de Cereais de Buenos Aires. O Brasil é o maior importador de trigo argentino.
Negociações entram no terceiro dia com desvalorização. Foto: Divulgação/Agriec
Negociações entram no terceiro dia com desvalorização. Foto: Divulgação/Agriec



As vendas semanais de milho estadunidense somaram 0,9MT, dentro do que era esperado pelo mercado. No acumulado da safra 2023/24, iniciada em setembro, já são 15,6MT embarcadas, contra 12,0MT de mesmo intervalo no ano anterior.


Segundo a Secex, as exportações de milho brasileiro em janeiro totalizam, até aqui, 4,5MT, contra 6,1MT de janeiro do ano passado. Neste ano agrícola, que está se fechando, os embarques para o exterior somam 54,5MT. Na temporada anterior, o Brasil exportou 46,6MT.



No oeste do Paraná, indicações de compra na faixa entre R$ 54,00/56,00 – dependendo de prazos de pagamento e localização do lote.


CÂMBIO


O dólar opera estável, nesta manhã, a R$ 4,95. Ontem, fechou em R$ 4,949.


Sobre o autor

Possui graduação em Jornalismo pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos(1981), graduação em Economia pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Cascavel(1985), especialização em Teoria Econômica pela Universidade Federal do Paraná(1989) e mestrado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina(2001). Tem experiência na área de Economia. Atuando principalmente nos seguintes temas:Maximização da Renda, Informação, Comercialização. É diretor da Corretora Granoeste, de Cascavel/PR.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Mais lidas
1
Escassez de frutas elevam preços do melão mais uma vez
2
Clima impulsiona aumento de oferta da alfece em SP
3
Público surpreende na Abertura Oficial da Colheita de Arroz e Grãos
4
Governo federal pretende mecanizar a agricultura familiar
5
Dados climáticos são fundamentais para a rentabilidade das culturas
6
Exportações de 873 mil doses foram destaque do mercado de sêmen em 2023
7
Rio Grande do Sul poderá ter temporais de hoje até quinta-feira
8
Preço do milho varia pouco no BR, mas cai com força no mercado externo
9
Demanda do ovo cai, mas a oferta controlada sustenta cotações
10
Com maior interesse comprador, soja tem peço mais firme na semana
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.