Contratos de milho têm preços em alta na abertura da semana

Mercado internacional segue com atenção redobrada em relação ao clima no Brasil.
Imagem do autor
- Especial para Rural News
Publicado em 18/03/2024

Os contratos negociados com milho em Chicago operam em levemente em alta, a U$ 4,37/maio, neste momento, manhã de segunda-feira. Na sexta-feira, o mercado fechou com alta de 2 a 3 cents; mesmo assim, na semana, os preços ficaram no campo negativo em quase 1%. Na BMF, a posição maio trabalha em R$ 59,80 (-1,55%) e setembro R$ 60,50 (-1,80%).

No final deste mês, o USDA vai divulgar a primeira intenção de plantio para a safra 2024/25. As especulações iniciais apontam para aumento da área de soja em detrimento da área de milho.
Milho abre semana com preços valorizados.
Milho abre semana com preços valorizados.

O mercado internacional segue com atenção redobrada em relação ao clima na América do Sul, especialmente do Brasil. Chuvas foram reportadas em extensas áreas da região Sul, onde as lavouras estavam em extrema necessidade de umidade devido ao intenso calor dos últimos dias. As irregularidades climáticas que ainda persistem nas áreas produtoras do país serão o tema dominante na definição do preço.

Segundo o Imea, o plantio de milho safrinha no estado do MT atingiu a 99,4%, ante os 97,9% da mesma data do ano anterior e 97,8% da semana anterior. Há relatos de produtores demonstrando preocupações com a falta de umidade. O estado também passa por um momento de poucas chuvas e calor intenso.

No oeste do Paraná, indicações de compra para lotes prontos de milho estão na faixa entre R$ 54,00/56,00 – dependendo de prazos de pagamento e localização do lote.


Câmbio

O dólar opera estável neste momento, a R$ 4,99. Na sexta-feira fechou em R$ 4,997.



Sobre o autor

Possui graduação em Jornalismo pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos(1981), graduação em Economia pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Cascavel(1985), especialização em Teoria Econômica pela Universidade Federal do Paraná(1989) e mestrado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina(2001). Tem experiência na área de Economia. Atuando principalmente nos seguintes temas:Maximização da Renda, Informação, Comercialização. É diretor da Corretora Granoeste, de Cascavel/PR.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.