É retrocesso, diz presidente da Faep sobre estoques reguladores

Ágide Meneguette diz que preços devem ser regulados pelo mercado e não pelo governo
Imagem do autor

Publicado em 07/02/2024

A proposta em andamento na Conab para recriação dos estoques reguladores de grãos, após seis anos desativados, enfrenta resistência de lideranças do agronegócio. Críticos e com lembrança de irregularidades do programa que foi desativado no governo do ex-presidente Michel Temer, presidentes de entidades do setor rejeitam que o mercado seja regulado pelo governo."Quem deve regular o mercado é quem produz", resume Ágide Meneguette, presidente da Faep (Federação da Agricultura do Estado do Paraná).

Experiências de que o modelo não deu certo e insegurança quando ao comportamento do próprio governo dão o tom crítico do líder da federação."Nós temos um governo do Brasil e não um governo do Mato Grosso, porque o ministro [Carlos Fávaro], da Agricultura, pensa mais em seus negócios no seu estado de origem do que no país. Essa proposta da Conab é um retrocesso apoiado pelo ministro", disse Meneguette em entrevista exclusiva ao Rural News.

Com opinião igualmente contrária, o presidente da Aprosoja BR, Antônio Galvan, defende que o mercado seja regulado por si. "O que dita o preço é a oferta e a procura", disse."Sou favorável ao livre mercado. Sou um liberal e discordo que o governo deseje um modelo paternalista", disse o secretário estadual de Agricultura do Paraná, Norberto Ortigara.

Neoliberalismo é perigoso

Carlos Fávaro defende os estoques reguladores e nega que o despejo de produtos no mercado como mecanismo de contenção de altas o de valorização em períodos de queda seja intervenção no mercado."Não é intervenção. Eu vejo este neoliberalismo econômico como muito perigoso. No final do ano passado não tínhamos nem um grão de milho para entregar a pecuaristas do Rio Grande do Sul, que enfrentavam um período severo de estiagem. Os preços foram lá pra cima. Então, a Conab comprou 350 mil toneladas de milho, que estão favorecendo todo o setor, em todo o país, e evitando que se pague mais caro", disse.

TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Mais lidas
1
Quedas e oscilações de energia causam prejuízo milionário no campo
2
Brasil ainda tem fortes pancadas de chuva nesta sexta
3
Arroba do gado pronto tem queda em algumas praças brasileiras
4
Soja encerra a semana com mais um dia de queda na Bolsa de Chicago
5
Mais um dia de forte queda para o complexo da soja em Chicago
6
Brasil deve seguir com grande produção bovina em 2024 e elevar exportações
7
Mau cheiro de navio com 19 mil bois do RS surpreende moradores da Cidade do Cabo
8
Conheça o AgroBanker, a nova carreira do agronegócio
9
PR está entre os os três maiores exportadores do agronegócio do país em janeiro
10
Calor volta a acelerar a maturação do tomate e preço cai nos atacados
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.