Melhora no clima no Brasil faz preços da soja iniciarem a semana em baixa na CBOT

Chuvas mais abrangentes, sobretudo no Centro-Oeste brasileiro, acaba impondo certa pressão sobre os preços, que são inibidos também pelo petróleo em queda e dólar mais firme
Imagem do autor
- Especial para Rural News
Publicado em 04/12/2023

Os preços da soja iniciam a semana operando no campo negativo nos futuros de Chicago – neste momento, queda de 9 cents, a U$ 13,16/janeiro. Depois das altas apuradas ao longo de novembro, o mercado observa certa melhora do clima, com chuvas mais abrangentes, sobretudo no Centro-Oeste, e acaba impondo certa pressão sobre os preços. Em termos técnicos, petróleo em queda e dólar mais firme inibem uma melhor formação do preço.

O plantio da safra brasileira de soja chega a 83,3%, indica levantamento da consultoria Safras Mercado. No mesmo ponto do ano passado, o índice era de 91,9% e a média histórica, de 92,2%. No Mato Grosso, segundo o IMEA, 99,6% das áreas já estão semeadas.

As exportações brasileiras de soja totalizaram 5,2MT em novembro, elevando o total desta estação para 97,7MT, contra 74,3|MT do mesmo intervalo do ano passado. As informações são da Secex.

Depois de um mês de novembro bastante ativo, com preços em alta devido às irregularidades climáticas no Brasil, as indicações de compra iniciam novembro com certa pressão. Os produtores se mantêm retraídos diante das incertezas climáticas – que é principal foco de atenção do mercado. Embora ainda indefinido, algum percentual de perda já é tido como consolidado.

Muitas tensões são esperadas pela frente; tudo indica que o clima reserva muitas oscilações e irregularidades para este verão, tanto no regime de chuvas quanto nas temperaturas. Prêmios são negociados nos portos brasileiros, no mercado spot, na faixa 40/80 cents sobre a CBOT; para fevereiro, na faixa de negativos 40/25.
Indicações de compra no oeste do estado do Paraná entre R$ 135,00/137,00 e na faixa de R$ 144,00/147,00 em Paranaguá – dependendo do prazo de pagamento e, no interior, também do local e do período de embarque.

Sobre o autor

Possui graduação em Jornalismo pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos(1981), graduação em Economia pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Cascavel(1985), especialização em Teoria Econômica pela Universidade Federal do Paraná(1989) e mestrado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina(2001). Tem experiência na área de Economia. Atuando principalmente nos seguintes temas:Maximização da Renda, Informação, Comercialização. É diretor da Corretora Granoeste, de Cascavel/PR.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Mais lidas
1
Escassez de frutas elevam preços do melão mais uma vez
2
Clima impulsiona aumento de oferta da alfece em SP
3
Público surpreende na Abertura Oficial da Colheita de Arroz e Grãos
4
Governo federal pretende mecanizar a agricultura familiar
5
Dados climáticos são fundamentais para a rentabilidade das culturas
6
Exportações de 873 mil doses foram destaque do mercado de sêmen em 2023
7
Rio Grande do Sul poderá ter temporais de hoje até quinta-feira
8
Preço do milho varia pouco no BR, mas cai com força no mercado externo
9
Demanda do ovo cai, mas a oferta controlada sustenta cotações
10
Com maior interesse comprador, soja tem peço mais firme na semana
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.