INÍCIO AGRICULTURA Plano Safra

FPA pede Plano Safra robusto ao Governo Federal através de documento

A iniciativa tem o apoio de outras entidades representativas como ABIMAQ, SRB, FAESP e ABAG

A Frente Parlamentar Agropecuária (FPA) anunciou nesta segunda-feira (29) a elaboração de uma carta para ser entregue ao Governo Federal com sugestões do setor do agronegócio para o Plano Safra 2024/2025. A iniciativa tem o apoio de outras entidades representativas, como ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), SRB (Sociedade Rural Brasileira), FAESP (Federação das Associações Rurais do Estado de São Paulo) e ABAG (Associação Brasileira do Agronegócio).



"Nessa carta pedimos que o Governo destine pelo menos R$ 20 bilhões como montante referência para a equalização de juros nas diferentes linhas do Plano Safra, bem como R$ 2,5 bilhões para o Seguro Rural. Essa é a reivindicação que estará em nossa manifestação", detalhou o vice-presidente da FPA, o deputado Federal Arnaldo Jardim.

Segundo o presidente da Agrishow, Sr. João Marchesan, é preciso adequar o Plano Safra às necessidades atuais do agronegócio para continuar avançando. “A gente deve incorporar 20 milhões de hectares de áreas degradadas nos próximos dez anos. Precisamos de um plano bem forte, contundente, com juros controlados e compatíveis com o retorno do capital investido”, destaca.

FPA Itinerante



O anúncio aconteceu durante o FPA Itinerante. O evento, que abordou temas importantes como Seguro Rural e o Plano Safra, ocorreu no auditório do Centro de Cana de Ribeirão Preto, prédio anexo ao parque tecnológico. Atualmente, a bancada do FPA é formada por 304 deputados Federais e 47 senadores.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!
Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nossos termos de privacidade e consentimento da nossa Política de Privacidade.