Festas nos dois principais consumidores de carne paralisam mercado

Brasil entra no período de Carnaval e a China para um longo período de festejos para a comemoração do Ano Novo Lunar
Imagem do autor
- Especial para Rural News
Publicado em 09/02/2024

Festividades chegando nos dois principais mercados consumidores de carne bovina brasileira, o próprio Brasil e a China, respectivamente, primeiro e segundo maiores demandadores do produto nacional. Brasil entra no período de Carnaval (em alguns estados as festividades começaram bem antes – como se sabe) e a China para um longo período de festejos para a comemoração do Ano Novo Lunar. Os dois eventos, mesmo antes, proporcionam uma paradeira generalizada para o mercado do boi gordo que ressente no Brasil baixo ou fraco volume de negócios, desde o começo da semana. Os efeitos são poucos negócios, preços caindo na B3, mas nada que possa ser afirmado como tendência.

Falo então dos embarques de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada, realizados pela indústria frigorífica exportadora, que de acordo com a Secex, Secretaria de Comércio Exterior, atingiu 181,69 mil toneladas exportadas em janeiro de 2024, alta de 13,4%, frente aos números do mesmo período, um ano antes, de 160,19 mil toneladas.
Eventos proporcionam uma paradeira generalizada para o mercado do boi gordo
Eventos proporcionam uma paradeira generalizada para o mercado do boi gordo

Neste contexto, houve um recuo de 3% nos embarques para a China, que totalizaram 97.056 toneladas no primeiro mês de 2024. Os Estados Unidos, endossando as informações dos últimos artigos publicados no Portal Rural News em torno da forte redução do rebanho norte-americano, o volume de carne bovina exportada para os EUA aumentou sonoros 225,9% na comparação com janeiro/23, chegando a 49.850 toneladas no mês passado.

O problema é o preço… O preço da tonelada da carne bovina exportada segue em queda. O valor médio foi de US$ 4523,00 em janeiro/24, contra US$ 4842,89 um ano antes, queda de 6,61%. A receita cambial obtida subiu 5,93% por conta do maior volume embarcado e atingiu US$ 821.784,8 milhões no primeiro mês de 2024, contra US$ 775.785,8 milhões em 2023.De maneira bem clara, quase não há negócios, tanto pelo interesse de compra da indústria, quanto o de venda para o pecuarista. Na próxima semana é feriado e dia sem operações na segunda e terça-feira, com isso, mercado só volta mesmo dia 15 de fevereiro, quinta-feira.


Sobre o autor

Fabiano Reis é jornalista econômico, especialista em Marketing rural e mestre em Produção e Gestão Agroindustrial. Editor de economia e agricultura do Canal do Boi, onde apresenta o programa AgriculturaBR. É colunista econômico em diversos veículos de imprensa. Professor universitário nos cursos de Administração e Comunicação Social. Palestrante nas áreas de comunicação e agronegócio; Apresentador de eventos e feiras. Publicou os livros Reflexos sobre o nada nos mares do Pantanal, Life Editora, 2011 (livro poesias); A interação da pecuária brasileira, Nelore MS, 2012; Nelore: mostra a força de uma raça, Nelore MS, 2010; O perfil do comércio varejista de carne bovina de Campo Grande-MS, dissertação de mestrado, UNIDERP, 2005; Redação e revisão do livro Organização e Valor para Comércio Varejista de Carne, SEBRAE, 2004.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Mais lidas
1
Quedas e oscilações de energia causam prejuízo milionário no campo
2
Arroba do gado pronto tem queda em algumas praças brasileiras
3
Brasil ainda tem fortes pancadas de chuva nesta sexta
4
Soja encerra a semana com mais um dia de queda na Bolsa de Chicago
5
Mais um dia de forte queda para o complexo da soja em Chicago
6
Mau cheiro de navio com 19 mil bois do RS surpreende moradores da Cidade do Cabo
7
Brasil deve seguir com grande produção bovina em 2024 e elevar exportações
8
Conheça o AgroBanker, a nova carreira do agronegócio
9
PR está entre os os três maiores exportadores do agronegócio do país em janeiro
10
Calor volta a acelerar a maturação do tomate e preço cai nos atacados
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.