Menor oferta sustenta indicador do milho na casa dos R$ 63

As negociações seguem enfraquecidas tanto no spot quanto para entregas futuras

Publicado em 18/03/2024

O Indicador do milho ESALQ/BMFBovespa (referência Campinas-SP) vem operando em torno dos R$ 63/saca de 60 kg desde o final de janeiro deste ano. Segundo pesquisadores do Cepea, o suporte segue atrelado às estimativas de menor oferta na temporada 2023/24. A produção da safra verão deve totalizar 23,41 milhões de toneladas, 14,5% inferior à anterior; para a segunda safra, a queda é projetada em 14,7%, a 87,34 milhões de toneladas, e, para a terceira safra, em 7,6%, a 1,99 milhão de toneladas, conforme dados da Conab. Nesse cenário, as negociações seguem enfraquecidas tanto no spot quanto para entregas futuras; vendedores limitam os volumes ofertados, à espera de novas valorizações. Ainda de acordo com pesquisadores do Cepea, o clima quente e seco, especialmente no Centro-Sul do Brasil, tem preocupado produtores, visto que pode prejudicar o desenvolvimento das lavouras e limitar a produtividade, sobretudo da segunda safra.

TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Texto publicado originalmente em

Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.