Colheita do milho atinge 74% da área cultivada no Rio Grande do Sul

A área de cultivo do grão no Estado está estimada em 812.795 hectares conforme a Emater-RS/Ascar
Imagem do autor

Publicado em 22/03/2024

A colheita do milho avançou comedidamente no Rio Grande do Sul, e houve aumento de 2% em relação à semana anterior, atingindo 74% da área cultivada. Contudo, em comparação à média dos anos anteriores, a colheita da atual safra está adiantada, conforme o Informativo de Conjuntura divulgado hoje pela Emater-RS/Ascar.

As ocorrências de chuvas mantiveram bons teores de umidade do solo na maior parte do Estado, favorecendo as lavouras de milho safrinha. Na região da Campanha Gaúcha, a insuficiência de precipitações, nos últimos 60 dias, inviabilizou a colheita de grãos, que alternativamente são destinadas à produção de silagem.A área de cultivo do grão no Estado está estimada em 812.795 hectares. As adversidades climáticas ocasionaram uma redução na produtividade inicial, passando de 7.414 quilos por hectare previstos anteriormente ao plantio, para 6.464 quilos por hectare, o que representa diminuição de 12,81%.

Caxias do Sul

Na região administrativa da Emater/RS-Ascar de Caxias do Sul, a colheita prosseguiu, e os rendimentos mantiveram-se muito variáveis devido à incidência de moléstias em alguns híbridos mais sensíveis ao complexo de enfezamentos, bacteriose e fusariose. Nesses casos, o rendimento de grãos está baixo, assim como a qualidade. Já as lavouras livres de doenças apresentam rendimentos acima da expectativa inicial, e a média da região deve permanecer em 8,5 mil quilos por hectare.Frederico Westphalen - Na de Frederico Westphalen, o acompanhamento da colheita, nas últimas lavouras de milho, indica redução na produtividade média de aproximadamente 25% na estimativa inicial. Contudo, há grande variação de produtividade em função de precipitações intensas, das diferentes épocas de semeadura e dos manejos sanitários utilizados.

Ijuí

Na de Ijuí, confirmando as movimentações relatadas na semana anterior, ocorre a interrupção da colheita da cultura para priorizar a da soja. A comercialização segue desaquecida, e os produtores apostam na recuperação do preço.

Pelotas

Na de Pelotas, a ausência de precipitações favoreceu a continuidade da colheita. Porém, para as plantas em fase de florescimento e de enchimento de grãos, estágios que necessitam de disponibilidade de água, os tetos de boas produtividades foram comprometidos. Como muitos produtores rurais realizaram o plantio em diferentes épocas, as produtividades serão bastante reduzidas em lavouras que sofreram com a falta de chuvas. Já nas áreas em que as plantas se beneficiaram da boa umidade no solo, as produtividades devem ser ótimas. Em relação às fases, 38% estão na fase de enchimento de grãos, 26% em florescimento, 18% em desenvolvimento vegetativo, 9% em maturação e 9% colhidos.

Santa Maria

Na de Santa Maria, continua a colheita, passando de 50% da área. Os bons volumes de precipitação, na última quinzena, favoreceram as lavouras na fase de florescimento ou de enchimento de grãos.Santa Rosa
Em comparação à média dos anos anteriores, a colheita da atual safra está adiantada
Em comparação à média dos anos anteriores, a colheita da atual safra está adiantada

Na de Santa Rosa, a colheita do milho safra está concluída, mas a produtividade foi severamente afetada pelas chuvas excessivas e pelos ventos fortes. Os prejuízos estão estimados entre 30% e 50% sobre a produtividade esperada inicialmente.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.