Ministério do Trabalho aplica 26 autos de infração na C-Vale por causa de explosão

Documento cita diversas irregularidades na cooperativa, como trabalhadores sem capacitação adequada para o trabalho em espaços confinados; falta de supervisão suficiente; excesso de jornada; falta de descanso semanal; vestimentas inadequadas para a área de trabalho
Imagem do autor

Publicado em 21/03/2024

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) concluiu através de laudo assinado por cinco auditores fiscais que a explosão em um silo da Cooperativa C.Vale, em Palotina, localizada no oeste do Paraná, acontecido em julho do ano passado, foi causada pelo acúmulo de poeira de grãos. A equipe de fiscalização lavrou 26 autos de infração, ainda em fase de recurso por parte da cooperativa agroindustrial C. Vale De acordo com a nota divulgada pelo MTE, a poeira de grãos estava no ar e, também, concentrada no chão, nas paredes e máquinas, dentro dos túneis subterrâneos das esteiras transportadoras de grãos.

O documento explica que a poeira pode se tornar um combustível, quando somada à presença de oxigênio e associada a uma fonte de ignição (combustão), que teria lavado à explosão na empresa. O Ministério do Trabalho e Emprego expõe ainda situações que poderiam ter iniciado o acidente na cooperativa paranaense, como um curto nas instalações elétricas precárias, aquecimento por fricção dos roletes das esteiras transportadoras de grãos, faíscas em motores ou outro fator a ser identificado pela perícia técnica.Mais irregularidades
As vítimas haitianas tinham status migratório regular, mas trabalhavam como funcionários avulsos na C-Vale
As vítimas haitianas tinham status migratório regular, mas trabalhavam como funcionários avulsos na C-Vale

Os cinco auditores-fiscais da Inspeção do Trabalho detectaram outras irregularidades na C.Vale, como trabalhadores avulsos que não possuíam capacitação adequada para o trabalho em espaços confinados; falta de supervisão suficiente; excesso de jornada; falta de descanso semanal; vestimentas inadequadas para a área de trabalho; ingresso de trabalhadores nos túneis em funcionamento sem a devida parada do sistema; sistemas de transporte por correias sem monitoramento de temperatura e desalinhados; pressão por prazos (safra com alta demanda); instalações elétricas inadequadas.

Durante a investigação, os auditores-fiscais identificaram outras questões de descumprimento de itens de gestão da cooperativa, como a ineficácia dos sistemas de controle para retirada da poeira em suspensão, não havia procedimento suficiente de limpeza da poeira depositada nos túneis; e a empresa não tinha uma gestão adequada dos seus espaços confinados. Uma norma do ministério define como espaços confinados aqueles que não são projetados para ocupação humana contínua; que possuem meios limitados de entrada e saída; e onde existe atmosfera perigosa, por exemplo, com a possibilidade de explosão.

Explosão na C.Vale

Na tarde de 26 de julho de 2023, a explosão em um silo de milho da Cooperativa C. Vale, em Palotina, no Paraná, matou dez pessoas (oito haitianos e dois brasileiros) e feriu outros dez empregados. À época, o espaço era usado para armazenar milho e estava localizado em uma área com vários silos, próxima ao centro do município.A explosão de julho de 2023 ocorreu em um túnel de transporte, enquanto funcionários da cooperativa faziam a manutenção da estrutura. A explosão também destruiu parcialmente outros dois silos. Os haitianos mortos eram funcionários terceirizados da cooperativa. À época do acidente, o Ministério do Trabalho e Emprego informou que as vítimas haitianas tinham status migratório regular e trabalhavam como funcionários avulsos na instituição.
Fonte: Canal Rural
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Texto publicado originalmente em

Destaques
Mais lidas
1
Máquina utiliza Inteligência Artificial para fazer seleção de grãos
2
Aurora Coop inaugura indústria de processamento de carne de R$ 587 milhões
3
Safra de grãos será 25 milhões de toneladas a menos que anterior
4
Cercas e arames com alta tecnologia são destaque da Belgo na Tecnoshow
5
Artesanato local também teve o seu espaço na Tecnoshow
6
Mato Grosso do Sul terá a maior unidade de bovinos da América Latina
7
Aumento de casos de anomalia da soja preocupa no Sul
8
Maior feira da América Latina, Agrishow ainda fica devendo em infraestrutura
9
Tecnoshow Comigo movimentou R$ 9,340 bilhões em negócios
10
Corteva apresenta na Tecnoshow solução biológica fixadora de nitrogênio
11
Soja tem valor bruto de produção reduzido em um quinto
12
Cooperativa Frísia investe quase R$ 50 milhões para ampliar armazenagem
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.