Final do mês de novembro terá grande volume de chuvas no Noroeste e Sul do Brasil

O período continua chuvoso na maioria das áreas produtivas e somente o nordeste do Brasil terá calor, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia

Publicado em 21/11/2023

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) divulgou relatório com a previsão do tempo para o final de novembro e início de dezembro. Segundo os metereologistas, entre os dias 20 e 27 de novembro, os maiores volumes de chuva são previstos para o noroeste e sul do País.



São previstas ainda pancadas de chuva em áreas das regiões Centro-Oeste e Sudeste devido à organização de um canal de umidade no sentido noroeste-sudeste. Já na faixa nordeste do Brasil, a previsão é de tempo quente e seco no decorrer da semana (tons em branco e azul no mapa da figura 1).

Previsão para a 1ª semana (20/11/2023 a 27/11/2023)

Para a Região Norte, a previsão é de chuva em forma de pancadas, com valores maiores que 80 milímetros (mm) no Amazonas, Acre, Rondônia e sul de Roraima, podendo ser acompanhadas de raios, rajadas de vento e trovoadas. Em áreas pontuais do Pará e do Tocantins, o volume de chuva será menor devido ao calor e alta umidade. Nas demais áreas, haverá predomínio de tempo seco e sem chuva (tons em azul no mapa).
Na Região Nordeste, a previsão é de tempo seco e sem chuva, além de baixos valores de umidade relativa, principalmente na parte norte e leste da região (áreas em branco e azul no mapa). No entanto, não se descartam pancadas de chuva isoladas no Maranhão, Piauí e oeste da Bahia, incluindo as áreas do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia). A chuva pode vir acompanhada de raios, rajadas de vento e trovoadas.

Devido à organização de um canal de umidade, há previsão de pancadas de chuva localizadas em áreas de São Paulo e da Região Centro-Oeste, podendo superar 50 mm e serem acompanhadas de raios, rajadas de vento e trovoadas. Menores acumulados são previstos em áreas pontuais da Região Sudeste.

Na Região Sul, os temporais retornam entre os dias 21 e 22/11 devido à atuação de uma massa de ar quente e úmida, podendo ser acompanhadas de raios, rajadas de vento, trovoadas e queda de granizo. Os maiores acumulados podem ultrapassar 70 mm em áreas do Paraná e oeste de Santa Catarina. Para mais detalhes, confira os avisos disponibilizados no portal: alertas2.inmet.gov.br/.


Na segunda semana, entre os dias 28 de novembro e 6 de dezembro, a previsão indica grandes acumulados de chuva, maiores que 100 milímetros (mm) no leste da Região Sudeste, quando se observa uma convergência de umidade no sentido noroeste-sudeste. No Sul do País, podem ocorrer pancadas de chuva, que poderão ser superiores a 50 mm, principalmente no oeste da região.

Previsão para 28/11/2023 a 06/12/2023
Para a Região Norte, são previstos acumulados maiores que 50 mm no Amazonas, Roraima, Acre, Rondônia, Tocantins e sul do Pará. Na parte norte, a previsão é de acumulados inferiores a 20 mm.

Na Região Nordeste, a previsão é de tempo seco na faixa norte e leste, com pancadas de chuva passageiras no Maranhão, Piauí e Bahia, incluindo áreas do Matopiba.

Nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, há previsão de chuvas intensas, que devem ultrapassar 90 mm, especialmente em Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal. Nas demais áreas, não se descartam pancadas de chuva de forma isolada.

Na Região Sul, a previsão é de acumulados de chuva intensa e maiores que 90 mm no noroeste do Rio Grande do Sul e oeste de Santa Catarina. No Paraná, não se descartam pancadas de chuva que podem ultrapassar 50 mm.


Tons em vermelho e rosa mostram os maiores volumes de chuvas. Fonte: INMET

Gráfico mostra a previsão de chuva para 20/11/2023 a 27/11/2023. Fonte: INMET

TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Mais lidas
1
Quedas e oscilações de energia causam prejuízo milionário no campo
2
Arroba do gado pronto tem queda em algumas praças brasileiras
3
Brasil ainda tem fortes pancadas de chuva nesta sexta
4
Soja encerra a semana com mais um dia de queda na Bolsa de Chicago
5
Mais um dia de forte queda para o complexo da soja em Chicago
6
Mau cheiro de navio com 19 mil bois do RS surpreende moradores da Cidade do Cabo
7
Brasil deve seguir com grande produção bovina em 2024 e elevar exportações
8
Conheça o AgroBanker, a nova carreira do agronegócio
9
PR está entre os os três maiores exportadores do agronegócio do país em janeiro
10
Calor volta a acelerar a maturação do tomate e preço cai nos atacados
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.