Entidades do agro se mobilizam para ajudar atingidos pela enchente

Alimentos, cobertores e dinheiro estão sendo arrecadados em diversas campanhas em solidariedade aos gaúchos

As entidades do agronegócio do Brasil inteiro estão mobilizadas para auxiliar os afetados pela catástrofe climática que atingiu o Rio Grande do Sul, causando ao menos 161 mortes e deixando 82 pessoas desaparecidas. A Associação Brasileira de Brangus (ABB), a Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (Arco), o Instituto Desenvolve Pecuária e a Federação das Associações dos Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) estão fazendo campanhas para arrecadar alimentos e roupas ou prestando serviços na drenagem de áreas alagadas.

O inverno de quem perdeu tudo nas enchentes de maio será, ao menos, mais quentinho com cobertores de lã de ovelha. É que a Arco está fazendo uma campanha para arrecadar verba, via Pix, que será revertida na aquisição de cobertores de lã de ovelha.
Entidades estão fazendo campanhas para arrecadar alimentos e roupas ou prestando serviços
Entidades estão fazendo campanhas para arrecadar alimentos e roupas ou prestando serviços

O presidente da Arco, Edemundo Gressler, diz que esta é a oportunidade que a ovinocultura tem de proporcionar e se somar a pessoas e empresas que estão fazendo importante doação aos desabrigados. “Com todos estes atores, estamos fazendo esta campanha de doação de cobertores 100% lã ovina”, explica o dirigente.

A entidade fez a doação inicial para a campanha de um valor correspondente a 150 cobertores que custam R$ 65,00 cada e são produzidos pela Cootegal Tecidos, de Caxias do Sul (RS).“Eu quero acreditar que nem naqueles sonhos, quando éramos crianças, com monstros e abismos, jamais imaginaríamos tamanha destruição que a natureza iria nos trazer ao solo gaúcho”, diz Gressler. “Estamos iniciando um momento muito significativo através da lã das ovelhas transformadas em cobertores e que, com isso, nós possamos aquecer as pessoas que passaram e estão passando por este momento tão árduo nas suas vidas”, conclui.

Para a campanha, a Arco conta com o apoio da Comissão de Ovinos da Federação da Agricultura do RS (Farsul), Cootegal, além das associações de criadores de todo o país. A chave-Pix da campanha é o e-mail [email protected].

Doação de alimentos

O Instituto Desenvolve Pecuária realizou três ações. Em Canoas, um dos municípios mais prejudicados com os alagamentos, foram entregues 27 toneladas de carne de Hulha Negra, na região da Campanha, e 15 toneladas de arroz, que vieram de doadores de Bagé.

Em outras iniciativas, a empresa AGT, de Assis SP), que atua na produção de cana de açúcar, grãos e plantio de cítricos, doou 2,5 mil cobertores, distribuídos em 27 abrigos na Região Metropolitana, em Alvorada, Viamão, Porto Alegre e Canoas. Outra ação da empresa AGT foi a doação do dinheiro do Imposto de Renda para um abrigo de crianças e adolescentes em Santa Cruz do Sul, além da doação de 20 mil pastilhas que transformam 20 mil litros de água bruta em água potável.

Genética de qualidade

No dia 23/05 é vez da a Associação Brasileira de Brangus (ABB) e o Núcleo Brangus Sul, que promovem o Leilão SOS Rio Grande Brangus, que terá toda a renda revertida em auxílio às pessoas afetadas pela tragédia no Estado. O remate ocorrerá a partir das 19h, e conta com o apoio do Instituto Desenvolve Pecuária, que receberá a renda para sua campanha em apoio às vítimas das enchentes.

A presidente do Instituto Desenvolve Pecuária, Antonia Scalzilli, ressalta que a Brangus é uma grande parceira do Instituto e destacou a disponibilidade da entidade para prontamente participar da campanha de reconstrução. “Estamos unidos com o propósito de ajudar as vítimas dessa catástrofe. Nossas ações estão fortemente alinhadas”, enfatiza.

Drenagem de alagamentos

Os arrozeiros gaúchos estão trabalhando no auxílio para acelerar a drenagem das águas das cidades da Região Metropolitana de Porto Alegre. Em ação realizada pela Federarroz em parceria com empresas e instituições, o objetivo é utilizar a experiência na área de irrigação por meio de bombas, insumos e pessoal qualificado.

O objetivo é utilizar as bombas na questão da drenagem das águas, buscando beneficiar mais de 500 mil desalojados e reduzir o tempo de escoamento das cidades alagadas, por meio de uma mobilização voluntária de apoio às autoridades locais. Participam junto da iniciativa as empresas WR, InfoSafras, Gebras, Agropecuária Canoa Mirim, Expoente, Numerik, CCM, Instituto Caldeira e Idealiza, juntamente com outros voluntários.


Entidades estão fazendo campanhas para arrecadar alimentos e roupas ou prestando serviços

Entidades estão fazendo campanhas para arrecadar alimentos e roupas ou prestando serviços

TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!
Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!
Ao continuar com o cadastro, você concorda com nossos termos de privacidade e consentimento da nossa Política de Privacidade.
Arquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML gerado