Frutas, Flores, Legumes e Verduras: O Poder Transformador de uma Indústria Vibrante

Por Valeska de Oliveira Ciré*

Publicado em 03/01/2024

Em meio aos desafios e conquistas de 2023, a indústria de frutas, flores, legumes e verduras (FFLV) destaca-se como um setor crucial para a saúde, a economia e o meio ambiente. Com mais de 46 milhões de toneladas de produtos frescos produzidos anualmente no Brasil, esse mercado não apenas alimenta, mas também impulsiona a economia com exportações superiores a US$ 1 bilhão e movimenta cerca de R$ 30 bilhões nas vendas domésticas.

A indústria, que emprega mais de 13 milhões de pessoas, enfrenta desafios ambientais, como mudanças climáticas, mas também se apresenta como uma solução. A inclusão da alimentação na pauta da COP28 é um marco importante, e a FFLV destaca a necessidade de políticas e apoios públicos para redução de emissões, aumento da eficiência e segurança alimentar.

Os desafios logísticos no mercado interno são conhecidos, e iniciativas, como a criação de centros de distribuição no Nordeste do Brasil para o segmento de Flores, por exemplo, revelam a determinação do setor em superá-los.

Dentre os papéis de atuação da associação International Fresh Produce Association (IFPA) a Educação ganhou força com a ampliação dos Workshops para o Varejo em 2023. Campanhas de sazonalidade foram oferecidas gratuitamente, visando não apenas informar equipes, mas também aprimorar a experiência do consumidor. O FFLV é considerado uma categoria gatilho de compra, responsável pelo fluxo e fidelização do consumidor na loja.

Apesar das realidades econômicas, como inflação, incertezas da reforma tributária, e dos desafios climáticos, a indústria permanece resiliente. A segurança alimentar, a nutrição e a relevância dos produtos frescos são agora mais evidentes do que nunca. A indústria não apenas alimenta, mas também impacta positivamente a saúde e o bem-estar global.
Em meio a fenômenos climáticos extremos e transformações no cenário de trabalho, a indústria de frutas e vegetais emerge como um caminho sustentável, acessível e equitativo para promover a saúde e a felicidade. 2024 se desenha promissor, e a IFPA tem orgulho em apoiar essa transformação.

*Valeska de Oliveira Ciré é Country Manager da IFPA no Brasil


TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Mais lidas
1
Detalhado projeto da nova fábrica da Mahindra no RS
2
Ano se inicia com preços do IPPA em queda
3
Após dia de alta, Commodities voltam a cair em Chicago
4
Indicador do algodão sobe e já opera na casa do R$ 4,2/LP
5
Começa hoje a Abertura Oficial da Colheita do Arroz no RS
6
Chuvas em fevereiro aliviam situação de lavoras de café
7
Preços da arroba do boi e da carne seguem pressionadas
8
Indicador do arroz retoma patamar de nov/23
9
Dia de muita chuva em grande parte do Brasil
10
Chuva continua volumosa no Tocantins, Sudeste e Nordeste
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.