INÍCIO AGRICULTURA Trigo

Produtor de trigo na expectativa de reajuste por parte dos moinhos

O Brasil ainda é dependente do trigo de outros países e precisa de políticas mais firmes para garantir sua subsistência
Vandré Dubiela
- Exclusivo Rural News
Publicado em 21/05/2024

O mercado de commodities agrícolas está em ebulição, com os preços do trigo atingindo níveis elevados na Bolsa de Chicago. Esse aumento significativo tem sido impulsionado pela expectativa de uma oferta global reduzida, enquanto o setor ainda absorve os últimos dados divulgados pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) e avalia os impactos das adversas condições climáticas nas lavouras da Rússia.


Junto da soja e do milho, o trigo se constitui como uma das principais commodities do País. Foto Gilson Abreu / AEN
Junto da soja e do milho, o trigo se constitui como uma das principais commodities do País. Foto Gilson Abreu / AEN



Desde o início do atual ano-safra, em 1º de junho, as inspeções de exportação já totalizam 17,6 milhões de toneladas, em comparação com os 18,7 milhões registrados no mesmo período do ano anterior. Esses números sugerem uma queda na produtividade das plantações nos Estados Unidos.





De acordo com o analista de mercado Vlamir Brandalizze, há uma clara tendência de alta nos preços do trigo no mercado internacional, impulsionada principalmente pela baixa qualidade da safra norte-americana. No Brasil, espera-se que essa valorização se reflita nos preços domésticos, uma vez que a importação do cereal se tornará mais onerosa. A expectativa é de que os moinhos repassem esse aumento para o preço pago aos produtores, resultando em ajustes no mercado interno.


Sobre o autor Vandré Dubiela

Com mais de três décadas dedicadas ao jornalismo, iniciou a carreira no Jornal O Paraná, de Cascavel, passando pelas principais editorias. Conta com textos e fotografias publicados nos principais meios de comunicação nacional, entre os quais a Folha de São Paulo, Estado de S. Paulo, Gazeta do Povo e Revista Grid. Atuou ainda como produtor da TV Tarobá, afiliada da Band e como editor de portais de notícias. Também é autor do livro AREAC 50 anos – Pioneirismo na defesa e na valorização da agronomia paranaense. Nos últimos anos, se especializou em agronegócio, produzindo reportagens e artigos do gênero, inclusive trabalhos dedicados à OCEPAR (Organização das Cooperativas do Estado do Paraná).
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!
Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!
Ao continuar com o cadastro, você concorda com nossos termos de privacidade e consentimento da nossa Política de Privacidade.
Arquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML gerado