Fungos afetam qualidade do trigo na região de Bagé, segundo agência SAFRAS

Levantamento da consultoria mostrou a incidência de fungos por excesso de chuvas afetando qualidade do trigo na região de Bagé (RS), que deve ter a colheita finalizada até o final de novembro

Publicado em 26/11/2023

Nos últimos sete dias, um volume expressivo de chuvas, especialmente no sábado e no domingo, impactou consideravelmente a safra. Regiões como Campanha, Maçambará, Manoel Viana e São Borja receberam mais de 200 milímetros no acumulado da semana. A informação foi repassada à agência SAFRAS pelo engenheiro agrônomo da Emater, Guilherme Zorzi.

Até a semana passada, a colheita de trigo atingia 72% da área, que abrange 172 mil hectares, na região de Bagé, no Rio Grande do Sul. As lavouras restantes estão maduras e a expectativa é de que os trabalhos sejam concluídos até o final do mês, caso o clima seja favorável.

"Esse volume, praticamente o dobro da média mensal, comprometeu a qualidade dos grãos e causou problemas como tombamento das plantas", explicou à agência SAFRAS o engenheiro. "Essa incidência de precipitações constantes, principalmente em setembro e outubro, favoreceu o desenvolvimento dos fungos", complementa. Segundo ele, a estimativa de rendimento inicial que era de 2.614 quilos por hectare, agora é de 2.146 quilos por hectare.
A região recebeu 200 milímetros no acumulado da semana, praticamente o dobro da média mensal, o que comprometeu a qualidade dos grãos e causou problemas como tombamento das plantas
Guilherme Zorzi, engenheiro agrônomo da Emater

Zorzi salienta que muitos produtores enfrentam dificuldades para obter uma classificação satisfatória, resultando em perda de valor comercial, visto que muitos dos grãos colhidos estão sendo destinados à produção de ração a preços significativamente mais baixos.

Para ele, o cenário é desafiador, com quebras de produtividade de quase 18% em nível regional, e com municípios importantes como São Borja e Manoel Viana enfrentando quebras em torno de 40% e Maçambará e Caçapava do Sul registrando 20% e 30%, respectivamente. "Os produtores estão lidando com a complexidade da produção de ração, uma vez que os grãos contaminados por fungos podem causar problemas aos animais", afirmou o agrônomo à Agência Safras.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Texto publicado originalmente em

Destaques
Mais lidas
1
Detalhado projeto da nova fábrica da Mahindra no RS
2
Ano se inicia com preços do IPPA em queda
3
Após dia de alta, Commodities voltam a cair em Chicago
4
Indicador do algodão sobe e já opera na casa do R$ 4,2/LP
5
Começa hoje a Abertura Oficial da Colheita do Arroz no RS
6
Chuvas em fevereiro aliviam situação de lavoras de café
7
Preços da arroba do boi e da carne seguem pressionadas
8
Indicador do arroz retoma patamar de nov/23
9
Dia de muita chuva em grande parte do Brasil
10
Chuva continua volumosa no Tocantins, Sudeste e Nordeste
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.