EXCLUSIVO: Abitrigo fala de negociação de trigo entre Argentina e China

Presidente Rubens Barbosa posiciona a associação diante de risco de desabastecimento do grão no Brasil

Publicado em 01/02/2024

A Argentina assinou contrato com importadores chineses para a remessa de trigo em grão, a partir de março, com a inclusão de exportadores do país sul-americano no sistema online de registro de empresas aptas a negociar com o comércio com o asiático.

Apesar de representar concorrência, a negociação não preocupa a indústria do trigo no Brasil.
Rubens Barbosa é presidente da Abitrigo. Foto: Divulgação
Rubens Barbosa é presidente da Abitrigo. Foto: Divulgação

"Eu vejo isso como uma movimentação natural do mercado e não acredito que irá afetar o Brasil, porque os argentinos farão contas para saber se será vantajoso vender para a China por conta, principalmente, pelos custos de frete", disse Rubens Barbosa, presidente da Abitrigo, associação que reúne moinhos brasileiros.
Eu vejo isso como uma movimentação natural do mercado e não acredito que irá afetar o Brasil.
Rubens Barbosa

Outro fator apontado por Barbosa é a concorrência que a Argentina terá de superar com a Austrália e o Canadá, que operam em grande escala no mercado de trigo na Ásia. "A entrada em um mercado tão grande como a daquela região demanda um bom tempo para conhecimento", disse.

Ele ainda acrescenta que as negociações entre Brasil e Argentina podem ser consideradas sólidas, com o cumprimento de prazos e pagamentos em dia
A China é o terceiro maior comprador de trigo do mundo e o maior produtor do cereal, com a importação de 10 milhões de toneladas por ano - mais que a produção total do Brasil prevista para 2024, de 8,8 milhões, segundo a Conab.

Em 2023 a Argentina exportou 3 milhões de toneladas de trigo, como reflexo da seca nas regiões produtoras do país. Em 2022, foram exportadas 14 milhões de toneladas. A safra terminada em dezembro foi de 15 milhões de toneladas.


TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Mais lidas
1
Escassez de frutas elevam preços do melão mais uma vez
2
Clima impulsiona aumento de oferta da alfece em SP
3
Público surpreende na Abertura Oficial da Colheita de Arroz e Grãos
4
Governo federal pretende mecanizar a agricultura familiar
5
Dados climáticos são fundamentais para a rentabilidade das culturas
6
Exportações de 873 mil doses foram destaque do mercado de sêmen em 2023
7
Rio Grande do Sul poderá ter temporais de hoje até quinta-feira
8
Preço do milho varia pouco no BR, mas cai com força no mercado externo
9
Demanda do ovo cai, mas a oferta controlada sustenta cotações
10
Com maior interesse comprador, soja tem peço mais firme na semana
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.