Preços dos suínos abrem o ano em queda e exportação de 2023 é recorde

Dados da Secretaria, compilados e analisados pelo Cepea, apontam que foram escoadas 1,2 milhão de toneladas de carne suína no acumulado do último ano

Publicado em 11/01/2024

Os preços do suíno vivo e da carne suína iniciaram o ano em queda. Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão vem da menor demanda típica desse período de renda limitada e férias escolares. Quanto às exportações brasileiras da proteína, o volume embarcado em 2023 foi recorde, considerando-se a série histórica da Secex, iniciada em 1997. Dados da Secretaria, compilados e analisados pelo Cepea, apontam que foram escoadas 1,2 milhão de toneladas de carne suína no acumulado do último ano, quantidade 10,3% acima da de 2022 e 8,4% superior ao maior volume até então registrado, em 2021. Em dezembro, especificamente, foram exportadas 109,6 mil toneladas (considerando-se produtos in natura e processados), também um recorde para o mês e aumentos de 4,7% em relação a novembro e de 8,3% sobre dez/22.

TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Texto publicado originalmente em

Destaques
Mais lidas
1
Escassez de frutas elevam preços do melão mais uma vez
2
Clima impulsiona aumento de oferta da alfece em SP
3
Público surpreende na Abertura Oficial da Colheita de Arroz e Grãos
4
Governo federal pretende mecanizar a agricultura familiar
5
Dados climáticos são fundamentais para a rentabilidade das culturas
6
Exportações de 873 mil doses foram destaque do mercado de sêmen em 2023
7
Rio Grande do Sul poderá ter temporais de hoje até quinta-feira
8
Preço do milho varia pouco no BR, mas cai com força no mercado externo
9
Demanda do ovo cai, mas a oferta controlada sustenta cotações
10
Com maior interesse comprador, soja tem peço mais firme na semana
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.