MAPA prorroga semeadura da soja em Goiás até o dia 12 de janeiro

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento atendeu a pedido da Agrodefesa que solicitou mais 10 dias no calendário da safra de soja 2023/2024 no estado

Publicado em 29/12/2023

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), conseguiu junto ao Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) a prorrogação do prazo para a semeadura da soja no estado. Com isso, o plantio que terminaria no dia 2 de janeiro de 2024, se estenderá até 12 de janeiro.

A solicitação foi encaminhada pela Agência a pedido do setor produtivo, por meio da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), motivada pela forte influência do fenômeno climático El Niño, que ocasionou irregularidades das chuvas e elevadas temperaturas no segundo semestre de 2023.
Produtores de soja ganham 10 dias para plantio - Foto: Wenderson Araujo/CNA
Produtores de soja ganham 10 dias para plantio - Foto: Wenderson Araujo/CNA

Segundo o Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo), alguns municípios goianos receberam um volume de chuva 40% menor neste ano do que o registrado em 2022. A maior parte da área que ainda necessita ser semeada está localizada no Norte do estado, onde o Cimehgo fez previsões de pouco volume de chuva nos próximos dias.

“Essa sinalização favorável do Mapa vai ajudar os produtores que se encontram diretamente prejudicados pelas adversidades climáticas deste ano, dando-lhes oportunidade de prolongar a semeadura da soja e reverter possíveis prejuízos que surjam por causa da escassez de chuva nos últimos meses”, analisa o presidente da Agrodefesa, José Ricardo Caixeta Ramos.

Como explica o diretor de Defesa Agropecuária da pasta, Augusto Amaral, essa prorrogação, que também foi atendida em quatro outros estados, além de Goiás, vai contribuir para minimizar os impactos econômicos causados pela estiagem prolongada deste ano: “Além de Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí e Tocantins tiveram seus pleitos atendidos. Isso vai contribuir para fortalecer o oferecimento de grãos desta safra, minimizando os efeitos nocivos do plantio tardio”.
SAFRA DE GRÃOSPara o ciclo 2023/2024, a estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) é que Goiás produza 17,04 milhões de toneladas de soja. O estado deve se manter na quarta posição no ranking nacional, atrás apenas de Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul.

Ainda segundo a Conab, até 16 de dezembro deste ano, 97% de toda a área goiana prevista para a produção de soja havia sido semeada. Pesquisa do Instituto do Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag) mostrou que o estado já registrou uma taxa de replantio de 3,6%.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Mais lidas
1
Detalhado projeto da nova fábrica da Mahindra no RS
2
Ano se inicia com preços do IPPA em queda
3
Após dia de alta, Commodities voltam a cair em Chicago
4
Indicador do algodão sobe e já opera na casa do R$ 4,2/LP
5
Começa hoje a Abertura Oficial da Colheita do Arroz no RS
6
Chuvas em fevereiro aliviam situação de lavoras de café
7
Preços da arroba do boi e da carne seguem pressionadas
8
Indicador do arroz retoma patamar de nov/23
9
Dia de muita chuva em grande parte do Brasil
10
Chuva continua volumosa no Tocantins, Sudeste e Nordeste
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.