Associação apoia manifesto sobre aumento da produção de biodiesel

Ariovaldo Zani diz que projeto amplia transição energética no país

Publicado em 05/03/2024

O Sindirações (Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal) assinou um manifesto de apoio ao relatório do projeto de lei 4.516/2023, que trata do Combustível do Futuro. O manifesto foi entregue para o Ministro da Agricultura, Carlos Fávaro.Segundo Ariovaldo Zani, CEO do Sindirações, caso seja aprovado, o PL pode impulsionar o agronegócio, além de ser um avanço significativo para a transição energética no Brasil.“Oportuno ressaltar que o crescente aumento da mistura do biodiesel ao combustível fóssil vai incrementar o esmagamento doméstico da soja, e sobretudo, disponibilizar mais farelo . Além disso, a produção de 6 milhões de litros de etanol pode vir a consumir até 14 milhões de toneladas do milho e, em contrapartida, devolver razoável fração destinada à alimentação animal”.O aumento da produção de soja para a produção de combustível é da Abiove (Associação Brasileira da Indústria de Óleos Vegetais) com total de 41,7 milhões de toneladas.O manifesto reforça o potencial que o Brasil possui “para liderar a transição energética lastreada em fontes de energia renovável e de baixo impacto ambiental". O Sindirações assinou o documento em conjunto com outras 26 entidades ligadas ao agronegócio e aos setores de bioenergia e biocombustíveis .


Produção de soja deve ser incentivada com aprovação do projeto
Produção de soja deve ser incentivada com aprovação do projeto
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.