PM adota georreferenciamento para patrulha na zona rural

Proposta é agilizar o atendimento em casos de ataques de criminosos a sítios

Publicado em 06/03/2024

A diretoria do Sindicato do Produtor Rural de Camapuã (SPRC) se reuniu com o comandante do Batalhão Rural da Polícia Militar, Elismar Silva, para definir o funcionamento da Patrulha Rural na região. Segundo Elismar Silva, as equipes do batalhão visitam propriedades e colhem dados para o georreferenciamento das operações.

“As equipes do batalhão iniciaram em janeiro as visitas nas fazendas para fazer o cadastramento das propriedades e levar informações de segurança para o produtor. A intenção é dar continuidade ao que já era feito, mas agora com o policiamento mais criterioso e técnico. Coletamos tanto os dados do proprietário, funcionário, maquinário, gado e coordenada geográfica da propriedade para agilizar o atendimento quando tiver que atender alguma ocorrência”, explica.
Reunião entre produtores, sindicato e PM define como será o trabalho
Reunião entre produtores, sindicato e PM define como será o trabalho

O programa aumenta a segurança de áreas acessadas por estrada de chão que não tenham sinal de celular e/ou iluminação, prevenindo e combatendo crimes ocasionados por essas situações nas propriedades rurais.

Para o presidente do Sindicato, Toninho Silvério, o Batalhão Rural não apenas representa uma expansão, mas também um aprimoramento no policiamento técnico e criterioso dessas áreas. "Essa iniciativa não só fortalece a segurança, mas também é um grande apoio aos produtores rurais, oferecendo um ambiente mais protegido para desenvolverem suas atividades com tranquilidade e confiança."

O encontro na sede do Sindicato permitiu a troca de ideias entre a diretoria, representantes da comunidade rural e membros do batalhão, consolidando um compromisso conjunto para um ambiente rural mais seguro. Em casos de emergência, os residentes podem contar com o suporte do Batalhão Rural, acessando o atendimento através do telefone 190.


Projeto Campo Mais Seguro

O Programa Campo Mais Seguro envolve a população do campo, por meio de um serviço de monitoramento coletivo denominado Rede de Vizinhos Protegidos. O principal objetivo da Rede é aumentar a segurança de áreas acessadas por estrada de chão prevenindo e combatendo crimes.

A coleta dos dados de referência e georreferenciamento facilitam o deslocamento das equipes da Polícia Militar, dando mais eficiência ao serviço e segurança ao produtor rural de Mato Grosso do Sul, restabelecendo a sensação de segurança e confiabilidade.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.