Agrodefesa quer prorrogação do prazo de semeadura em Goiás

Agência atende à demanda do setor produtivo ao encaminhar ofício da Faeg solicitando mais dez dias de prazo para o fim do plantio

Publicado em 22/12/2023

A Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), em atendimento à demanda do setor produtivo, encaminhou ao Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) ofício elaborado pela Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) solicitando prorrogação de dez dias para a semeadura da soja no Estado. O calendário 2023/2024 em vigor estabeleceu o período de 25 de setembro a 31 de dezembro. No entanto, determinação do próprio Mapa já havia estendido o prazo para o dia 2 de janeiro.


Agrodefesa busca junto ao Ministério da Agricultura prorrogação do prazo de semeadura da soja em Goiás
Agrodefesa busca junto ao Ministério da Agricultura prorrogação do prazo de semeadura da soja em Goiás

“O que estamos pretendendo agora é ampliar em mais dez dias o prazo para o plantio, para que ele se encerre no dia 12 de janeiro. Isso ajudaria o produtor rural do estado que tem sofrido com as condições climáticas adversas”, defende o presidente da Agrodefesa, José Ricardo Caixeta Ramos.



O pedido ainda precisa ser avaliado pelo Ministério, que é responsável pela definição do calendário de safra em território nacional. “Queremos deixar claro ao produtor que estamos fazendo o que está ao nosso alcance para atender seus anseios. Assim que tivermos o posicionamento do Mapa vamos conferir ampla publicidade”, afirma a gerente de sanidade vegetal da Agrodefesa, Daniela Rézio.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.