Ufa! Outono chega na quarta-feira e calorão vai embora

Temperatura cai em todos os estados, com a ocorrência de chuvas e ventos frios
Imagem do autor

Publicado em 18/03/2024

O outono começa oficialmente nesta quarta-feira dia 20, às 00h06, e vai até 20 de junho, às 17h51, pelo horário de Brasília. São esperadas mudanças no clima no primeiro dia da nova estação, com a chegada de uma frente fria - um alívio para regiões do país que sofreram, neste ano, com ondas de calor com temperaturas recordes.

A partir da noite de quarta-feira deve aumentar a ocorrência de tempestades no oeste e sul do Rio Grande do Sul, com muita umidade e nuvens de chuva, com risco de tempestades na Serra e na capital Porto Alegre.
Todos os estados sentirão efeitos da frente fria. Foto: Agência Brasil
Todos os estados sentirão efeitos da frente fria. Foto: Agência Brasil

Santa Catarina, Paraná e São Paulo ainda terão um primeiro dia de outono quente e abafado, mas com chuvas fortes a partir da tarde. Há risco de tempestades.

Na manhã de quinta (21) haverá instabilidades em cidades do centro-sul do Rio Grande do Sul e Porto Alegre poderá receber grande quantidade de chuva pela manhã. À noite o tempo ficará firme na capital gaúcha.

À medida que o sistema se desloca para sudeste, as chuvas tornam-se mais intensas em Santa Catarina, Paraná, São Paulo, litoral sul do Rio de Janeiro e na divisa dos dois estados com Minas Gerais. O risco de tempestades aumentará.
A atmosfera será mais úmida, o que também permitirá o desenvolvimento de nuvens densas no leste e ao sul de Mato Grosso do Sul e do Triângulo Mineiro.



No país

A passagem dessa frente fria encerra o período de restrição de ventos e marca o fim da onda de calor em todo o país. A entrada de ar frio vai amenizar o calor intenso em muitos estados brasileiros; A semana terminará com temperaturas mais baixas no Sul e Sudeste e temperaturas mais baixas no nosso Centro-Oeste.
Na sexta-feira (22), as condições climáticas na região do Vale do Itajaí, no litoral e leste do PR, sul de SP, incluindo litoral e RMSP, além de mau tempo e chuva na região central do Rio de Janeiro, poderão causar distúrbios na baixada fluminense. Cidades do Sul de Minas, da Zona da Mata e do Sul do Espírito Santo monitoram o risco de temporais.





TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Texto publicado originalmente em

Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.