INÍCIO AGRICULTURA Legislação

Invasões de terras: governo paulista enfrenta as ações do MST

Governador Tarcísio de Freitas anunciou que não aceitará os atos ilegais

As invasões de terras no país aumentaram nos últimos dias, mesmo após assinatura do Governo Federal do decreto que destina terras à reforma agrária denominado “Terra da Gente”. Os atos tiveram intensificação em diversos estados entre eles São Paulo, Sergipe, Pernambuco, Goiás, Rio Grande do Norte, Paraná e outros. A estimativa do programa governamental é que 295 mil famílias agricultoras sejam beneficiadas até 2026.

No estado de São Paulo o Governador Tarcísio de Freitas reprimiu as invasões e informou que não vai permiti-las. As ações fazem parte do Abril Vermelho, realizadas pelo MST em todo país. Em Campinas na segunda-feira, 17, após ocupação da fazenda Mariana houve intervenção policial e famílias tiveram que deixar o local, logo depois as famílias seguiram para a sede da prefeitura e tentarem uma negociação sobre a situação dos acampados.
Na Assembleia Legislativa da Bahia MST promoveu ato
Na Assembleia Legislativa da Bahia MST promoveu ato

A reação do governo paulista é bem diferente da de outros governos, como o ocorrido em Aracaju (SE), em que foi promovido uma "sessão solene" na Câmara de Vereadores para homenagear o MST. Ou na Assembleia Legislativa da Bahia, no ato chamado "Dia Nacional de Luta pela Reforma Agrária". A Guarda Municipal bloqueou a entrada e a saída de pessoas.

No mesmo dia em Agudos um helicóptero da polícia . militar sobrevoou o acampamento, mas não houve intervenções. Houve conflitos também em Goiás e Distrito federal. Ao todo já foram contabilizadas 24 invasões em 11 estados brasileiros intituladas como “Jornada de lutas em defesa da reforma agrária”.




TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!
Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nossos termos de privacidade e consentimento da nossa Política de Privacidade.