ABPA comemora fim das restrições à carne de frango pela China

País asiático cancela sobretaxação de proteína produzida no Brasil

Publicado em 28/02/2024

O governo federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, comemora a notificação de que o governo da China não deverá renovar uma medida antidumping adotada em 2019 que elevava entre 17 e 34% os custos de importação de carne de frango do Brasil.

A medida deixou de ser aplicada dia 17, segundo o governo chinês. E isto abre oportunidade para empresas nacionais disputarem mais espaços no mercado da proteína no mercado daquele país.A ABPA - que representa a maior parte da cadeia produtiva de proteína animal - emitiu uma nota para comemorar a decisão da China
Produto nacional teve sobretaxa de 17 a 34% desde 2019
Produto nacional teve sobretaxa de 17 a 34% desde 2019

Veja a íntegra da nota



A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) recebeu positivamente a informação divulgada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC) sobre o fim do processo antidumping conduzido pelo Governo Chinês, que estabeleceu a aplicação de tarifas provisórias de até 34,2% às exportações de carne de frango do Brasil.O fato é uma importante comprovação das boas relações construídas entre os Governos do Brasil e China, e entre os entes dos setores privados dos dois países.

Com o fim das tarifas antidumping, a ABPA ressalta que exportadores brasileiros, que já são os principais fornecedores externos de carne de frango in natura para o mercado chinês, voltarão a competir em igualdade com outros exportadores.



TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.