INÍCIO AGRICULTURA Commodities

Milho em leve alta em Chicago. E confira a nova previsão de safra brasileira pela Conab

Na BMF, a posição maio opera em R$ 57,81 (+0,20%) e setembro R$ 59,98 (-0,06%)
Camilo Motter
- Especial para Rural News
Publicado em 11/04/2024

Os contratos negociados com milho em Chicago operam levemente positivos na, manhã de quinta-feira, dia 11, a US$ 4,35/maio. Ontem, mercado encerrou com alta de 3 pontos nos principais vencimentos. Na BMF, a posição maio trabalha em R$ 57,81 (+0,20%) e setembro R$ 59,98 (-0,06%).

Hoje, no relatório mensal de Oferta e Demanda pelo USDA, são esperados para os estoques finais mundiais de passagem de 2023/24 algo como 317 milhões de toneladas, aquém das 320,7 milhões apontadas em março. A safra brasileira de milho 2023/24 é estimada em 122,1 milhões de toneladas, conforme estimativa da Conab de abril, abaixo das 124 milhões o relatório de março. Já a safra da Argentina 2022/23 é esperada em 55,3 milhões, abaixo das 56 milhões indicadas no relatório do mês passado. A Conab, em seu novo levantamento, desta manhã de quinta, estima a safra brasileira de milho na atual temporada (2023/24) em 110,9 milhões de toneladas, ante 112,7 milhões do report de março. Em 2023, a produção de milho no país totalizou 131,8MT. No oeste do Paraná, indicações de compra na faixa entre R$ 55,00/57,00 – dependendo de prazos de pagamento e localização do lote. E o câmbio opera em leve baixa nesta manhã de quinta, a R$ 5,06/5,07. Ontem, fechou em R$ 5,077.
(Foto: Wenderson Araujo/Trilux/CNA
(Foto: Wenderson Araujo/Trilux/CNA

Sobre o autor Camilo Motter

Possui graduação em Jornalismo pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos(1981), graduação em Economia pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Cascavel(1985), especialização em Teoria Econômica pela Universidade Federal do Paraná(1989) e mestrado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina(2001). Tem experiência na área de Economia. Atuando principalmente nos seguintes temas:Maximização da Renda, Informação, Comercialização. É diretor da Corretora Granoeste, de Cascavel/PR.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!
Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nossos termos de privacidade e consentimento da nossa Política de Privacidade.