Rio Guaíba volta a baixar e se distancia da cota de inundação

Tendência é que o Guaíba siga baixando por razões meteorológicas e hidrológicas

O nível do Guaíba em Porto Alegre segue baixando de forma consistente depois de um repique por vento Sul de forte intensidade entre a madrugada e a manhã da segunda-feira, quando voltou a atingir a cota de transbordamento de 3 metros no Cais Mauá, no Centro da capital gaúcha.


No cenário meteorológico, o momento é extremamente favorável à baixa
No cenário meteorológico, o momento é extremamente favorável à baixa

Medição no fim da madrugada de hoje na régua da TideSat, instalada no Cais Mauá, indicava que o Guaíba estava em 2,65 metros, marca que não era observada desde 2 de maio, quando as águas subiram e deram início a maior cheia da história. Ontem, no mesmo horário, a régua da TideSat no cais indicava 2,84 metros.



A tendência é que o Guaíba siga baixando e as razões são tanto meteorológicas (chuva e vento) como hidrológicas (afluência de rios contribuintes). No cenário meteorológico, o momento é extremamente favorável à baixa porque a partir da segunda metade desta semana inicia-se um período prolongado de chuva escassa e ar mais quente.



Portanto, não haverá chuva que interfira no nível do Guaíba e sem expectativa de ar frio chegando à Lagoa dos Patos não haverá nenhum episódio de vento do quadrante Sul forte que possa gerar repique temporário. Pelo critério hidrológico, a vazão dos rios que desaguam no Guaíba já diminuiu demais e seguirá em diminuição sem expectativa de chuva significativa nos próximos dez dias nas bacias dos rios contribuintes.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!
Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!
Ao continuar com o cadastro, você concorda com nossos termos de privacidade e consentimento da nossa Política de Privacidade.
Arquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML geradoArquivo XML gerado