IA cada vez mais presente na produção sucroalcooleira

Empresas difundem técnicas de gestão baseadas em Inteligência Artificial

Publicado em 02/03/2024

Clima favorável e mais investimentos em fertilização, eficiência operacional, melhor gestão de dados e de inteligência artificial. Estes são os principais fatores dos resultados positivos da safra sucroalcooleira do Brasil 2023, segundo especialistas e entidades que reúnem produtores, usinas e agentes comerciais do setor.Agora, com o mercado aquecido no Brasil, a adoção de novas tecnologias de gestão e o ponto classificado como mais importante.Para debater estes e outros assuntos, a Datagro - especializada no mercado agro do Brasil - promove um encontro do setor, nos dias 6 e 7 de março, em Ribeirão Preto (SP).Entre empresas participantes estará a Taranis, multinacional israelense que atua com o monitoramento de precisão utilizando Inteligência Artificial. A agritech vai destacar o quanto as análises tecnológicas e a gestão ajudam no combate à matocompetição - uma das principais dores de cabeça das usinas.De acordo com Fábio Franco, gerente geral da Taranis no Brasil, embora a jornada agrícola permaneça sujeita às intempéries climáticas, a conscientização sobre a necessidade de integração de dados e o uso de ferramentas analíticas não empíricas tem crescido significativamente.“A prática de bisagem da cana, devido ao alto potencial produtivo, pode impactar a produtividade de 2024, mas as melhorias contínuas nas práticas agrícolas e de gestão estão contribuindo para resultados promissores no futuro”, salienta o executivo.

Matocompetição


Técnicas de produção, com mecanização e pesquisas, contribuem para a produção nacional
Técnicas de produção, com mecanização e pesquisas, contribuem para a produção nacional

Durante o evento, a equipe da Taranis compartilhará experiências do Grupo Tereos em uma palestra com a presença de Carlos Martins, diretor executivo do grupo, traçando paralelos com o ecossistema de inovação tecnológica implementado por eles nas usinas. “Buscamos inspirar o setor sucroenergético, compartilhando casos de sucesso para impulsionar a transformação digital no campo. Mostrar ao público a visibilidade clara dos ganhos de adoção de tecnologias IA com cases reais”, explica Franco.Além disso, no estande da marca os visitantes poderão, além de conhecer a tecnologia para matocompetição, ver exemplos da alta qualidade de imagens por meio de capturas reais que são realizadas. “E ainda, entender os benefícios que os insights podem oferecer por meio dos dados precisos e que auxiliam na tomada de decisão do dia a dia”, reforça Franco. Aqueles que visitarem o estande e conversarem com os representantes técnicos irão concorrer a três demonstrações de monitoramento de 1.000 ha de sua usina.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.