Preços do arroz batem novos recordes e indicador já subiu 6% no mês

Impulsionados pela combinação de menor oferta e demanda firme, os preços do arroz em casca no Rio Grande do Sul vêm atingindo novos recordes nominais da série do Cepea

Publicado em 13/12/2023

Impulsionados pela combinação de menor oferta e demanda firme, os preços do arroz em casca no Rio Grande do Sul vêm atingindo novos recordes nominais da série do Cepea, iniciada em 2005. O Indicador CEPEA/IRGA-RS (58% grãos inteiros, com pagamento à vista) iniciou a semana em R$ 127,38/saca de 50 kg, acumulando valorização de 6% somente nos 11 primeiros dias de dezembro.

De acordo com dados divulgados pela Conab no último dia 7, para esta safra 2022/23 (de janeiro a dezembro de 2023), a produção brasileira de arroz foi estimada em 10 milhões de toneladas, 7% menor que na temporada anterior. Esse volume, somado ao estoque inicial de 2,3 milhões de t e à importação de 1,4 milhão de t, resulta em suprimento de 13,74 milhões de toneladas. Com consumo estimado em 10,25 milhões de toneladas e exportação de 1,8 milhão de toneladas, os estoques de passagem devem somar aproximadamente 1,7 milhão de toneladas. Vale destacar que, na parcial de 2023 (até novembro), as importações brasileiras de arroz em base casca atingiram 1,33 milhão de toneladas, o maior volume anual das últimas duas décadas, segundo a Secex.

Fonte: Cepea


TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Texto publicado originalmente em

Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.