Milho 05/02/2024

Negócios com milho para março iniciam semana sinalizando baixa

Abertura do pregão em Chicago mantém viés negativo para a commodity

Negociações desta segunda apontam para semana difícil para o milho. Foto: Shutterstock

Camilo Motter

Os contratos negociados com milho em Chicago operam em queda de 2 a 3 cents, a U$ 4,39/março, nesta manhã de segunda-feira (5). Na sexta-feira, o mercado fechou com 4 pontos negativos nos principais vencimentos; na semana, as perdas ficaram em quase 2%. Na BMF, a posição março trabalha em R$ 64,30 (+0,2%) e maio, em R$ 64,30 (+0,2%).O clima na América do Sul segue sendo o foco do mercado. Apesar de relatos de falta de chuvas em muitos setores, no cômputo geral, as perspectivas são de melhora no cenário climático nos próximos dias, tanto para Argentina quanto Brasil. A demanda se mantém retraída, o que reforça o sentimento negativo. No oeste do Paraná, indicações de compra na faixa entre R$ 54,00/56,00 – dependendo de prazos de pagamento e localização do lote.
Na sexta-feira foram divulgados os dados de desemprego nos EUA, que se manteve em 3,7%. Dessa forma, é possível que o Federal Reserve alongue mais o prazo para o corte de juros da economia norte-americana.

CÂMBIOO dólar opera em alta neste momento, a R$ 4,98. Na sexta-feira, fechou em R$ 4,967

TAGS: milho - preço - chicago - cbot