Milho 29/01/2024

Cepea apura causas da queda de preços do milho

Pesquisadores apontam priorização do trabalho no campo, antes de vendas

Trabalhos no campo ocupam maior parte do tempo de produtores, segundo o Cepea, nesta época

CEPEA/Esalq

Os preços do milho seguem em queda no mercado doméstico neste primeiro mês do ano. Até o dia 25 de janeiro, o Indicador Esalq/BMFBovespa (região de Campinas – SP) acumulava forte recuo de 10%. Vendas são realizadas com cotações baixistas, com valor da saca perto de R$ 62 - queda de 0,4% na sexta-feira (26), segundo o Cepea.

Pesquisadores lembram que os valores chegaram a esboçar reação na última semana, influenciados por um pontual aquecimento na demanda, mas a retração compradora ainda predominou no balanço do período, mesmo diante da possibilidade de menor oferta em 2024.

Vendedores priorizam os trabalhos de campo, conforme relatos de colaboradores do Cepea.
Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)