Expoagro Afubra inicia com foco na promoção do desenvolvimento e da inovação

Feira voltada para agricultura familiar conta com mais de 500 expositores em 35 hectares de parque
Imagem do autor

Publicado em 20/03/2024

A abertura oficial da 22ª edição da Expoagro Afubra ocorreu na manhã desta terça-feira (19), com a presença do vice-governador Gabriel Souza, de autoridades federais e estaduais, prefeitos e representantes de entidades e instituições. A programação da feira agropecuária, no parque da Associação Brasileira dos Fumicultores (Afubra)em Rincão Del Rey, Rio Pardo (RS), vai até sexta-feira, com debates, palestras, explanações, demonstrações e dinâmicas envolvendo especialistas e lideranças ligadas a diversos setores do agro. São mais de 500 expositores em 35 hectares de parque, onde o visitante encontra as mais diversas sugestões de inovações e tecnologias para atividades rurais.O presidente da Afubra, Marcilio Laurindo Drescher, disse que a feira é uma escola a céu aberto, onde os visitantes que por aqui passam trazem um pouco do seu legado e levam consigo o que aprendem para melhorar sua produção e facilitar sua atividade. “O agro, por si, anda com as próprias pernas. Mas o alto risco e as incertezas dependem de políticas públicas de apoio aos pequenos agricultores, que são mais vulneráveis e propensos às necessidades de apoio”, comentou.

Dirigindo-se aos representantes das instituições políticas, Drescher disse que o programa de irrigação deve acontecer na prática e incluir os agricultores familiares e produtores de tabaco. “Embora a produção seja dependente do clima, o produtor precisa de ações que proporcionem mais certeza e segurança”, falou. “Esperamos que a Expoagro Afubra seja uma pequena parte dessas ações e que o ajude a resistir e continuar a produzir”, completou. “Precisamos entender que o produtor precisa de vida digna, pois ele nos proporciona o alimento de todos os dias”, acrescentou.O vice-governador do Rio Grande do Sul, Gabriel Souza, mencionou a importância do setor do tabaco para o Rio Grande do Sul, que é o Estado que produz a metade da produção nacional e que é para nós do RS, a terceira cultura mais exportada. “Nós, que somos um estado exportador, temos no tabaco a terceira cultura que mais é comprada pelos outros países”, frisou. “E no campo, a cultura envolve 70 mil produtores, gerando renda para essas famílias”, completou.Outro tema abordado por Souza foi a irrigação, dizendo que está em andamento a discussão sobre a lei estadual para captação e armazenamento de água nas pequenas propriedades. “O governo gaúcho quer também a possibilidade de armazenamento de água dentro das APPs [Áreas de Preservação Permanente]. Defendemos que há espaço para a proteção ambiental junto com a produção de alimentos”, salientou.O prefeito de Rio Pardo, Rogério Monteiro, classificou a Expoagro Afubra como dinâmica, pujante e surpreendente, dizendo que é uma feira que reúne visionários e representa um acontecimento para o município. “Nesta edição, quem vir aqui vai ver inovação, que é muito mais do que modernizar, é transformar vidas”, falou. “Associamos a inovação às novas tecnologias, mas é preciso entender que essa palavra traz consigo mensagens e oportunidades muito mais abrangentes, pode estar em uma política pública, em um jeito original de resolver um problema”, acrescentou.
Presidente da Afubra, Marcilio Laurindo Drescher
Presidente da Afubra, Marcilio Laurindo Drescher
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!



Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.