INÍCIO AGRICULTURA Commodities

Commodities operam estáveis em Chicago nesta manhã

Ontem houve ganhos entre 5 e 6 cents nos primeiros vencimentos; nas últimas 3 sessões a alta acumulada alcança 3%, o que pode despertar vendas por parte de investidores
Camilo Motter
- Especial para Rural News
Publicado em 24/04/2024

Os preços em Chicago operam estáveis nesta manhã de quarta-feira, 24/04, a U$ 11,68/maio. Ontem houve ganhos entre 5 e 6 cents nos primeiros vencimentos; nas últimas 3 sessões a alta acumulada alcança 3%, o que pode despertar vendas por parte de investidores.

O quadro fundamental segue bastante estático. A lentidão nas exportações norte-americanas é compensada pelo aumento da demanda pelo produto brasileiro. O plantio nos campos do Meio Oeste se mantém em bom ritmo. Certa acomodação dos preços do petróleo e mau humor dos mercados financeiros também seguram uma melhor formação dos preços das commodiites agrícolas.
 O plantio nos campos do Meio Oeste americano se mantém em bom ritmo
O plantio nos campos do Meio Oeste americano se mantém em bom ritmo

Com a ampliação de ataques russos aos portos ucranianos, os preços do trigo tiveram elevação de quase 10% desde a última sexta-feira e acabaram emprestando suporte para milho e soja.

As exportações brasileiras de soja somam até aqui, em abril, 10,21MT – informa a Secex. O mês deve fechar com algo semelhante ao volume de abril do ano passado, ao redor de 14,0MT. Na temporada, os embarques chegam a 29,5MT, ante 27,9MT do mesmo intervalo do ciclo passado.

A colheita da safra brasileira entra na reta final. Projeções sobre produtividade e colheita tendem a ser mais precisos no decorrer. Prêmios nos portos giram na faixa entre zero e 15 pontos positivos.

Indicações de compra no oeste do Paraná entre R$ 123,00/124,00 e em Paranaguá na faixa de R$ 130,00/132,00 – dependendo do prazo de pagamento e, no interior, também do local e do período de embarque.

Sobre o autor Camilo Motter

Possui graduação em Jornalismo pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos(1981), graduação em Economia pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Cascavel(1985), especialização em Teoria Econômica pela Universidade Federal do Paraná(1989) e mestrado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina(2001). Tem experiência na área de Economia. Atuando principalmente nos seguintes temas:Maximização da Renda, Informação, Comercialização. É diretor da Corretora Granoeste, de Cascavel/PR.
TAGS:
COMENTÁRIOS

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO...

Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!
Destaques
Assine nossa NEWSLETTER
Notícias diárias no seu email!

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nossos termos de privacidade e consentimento da nossa Política de Privacidade.