Avicultura 03/02/2024

Acordo amplia industrialização de aves no RS

Cooperativa de Westfália será prestadora do serviço de abate para integrados da Seara

Negociações integram o processo de liquidação e recuperação da cooperativa

Redação em Porto Alegre/RS

O grupo JBS e Cooperativa Languiru, do Rio Grande do Sul, vão investir juntas no processamento de aves, a partir de fevereiro. O documento, assinado na última semana, torna a unidade da cooperativa, localizada em Westfália, em uma prestadora do serviços de abate de aves fornecidas por produtores integrados da Seara, marca controlada pela JBS. Segundo o CEO da Seara, João Campos ,o negócio tem um papel central na estratégia do grupo. “Atualmente, a companhia está presente em 20 municípios gaúchos, com operações em suínos, aves, couros e alimentos preparados, além de incubatórios e fábricas de rações. Essa nova parceria com a Languiru é mais um passo em nossa estratégia de expandir as parcerias e nossa atuação no Estado”, pontua.

Em novembro de 2023, A JBS adquiriu a unidade de processamento de suínos da Languiru, em Poço das Antas (RS). O acordo previu pagamento de R$ 80 milhões pelo ativo e a manutenção dos 400 empregos gerados pela operação. com capacidade de processamento diário de 1,2 mil suínos.

Ambas as negociações integram o processo de liquidação e recuperação da cooperativa. “A avicultura é um importante segmento da Languiru, e a prestação de serviços no frigorífico de aves integra o planejamento da cooperativa. Negociações como essa com a JBS nos possibilitam uma projeção de futuro bastante otimista”, avalia o presidente liquidante da Languiru, Paulo Roberto Birck.

TAGS: avicultura - frangos - jbs